Como surgiu o Dia das Mães?

O Dia das Mães está próximo, sendo que neste ano ele coincidirá com o dia 09 de maio. Embora anualmente ocorra no segundo domingo do quinto mês do ano, ele varia quanto ao dia exato em que cai. Mas você sabe como esta data comemorativa surgiu?

Em primeiro lugar, cabe ressaltar que ela é mundial. Ou seja, não é apenas uma data comemorativa no Brasil, mas em diversos outros países. Não à toa, pois o amor de mãe e o seu significado nas nossas vidas é incomparável.

Para conhecer mais sobre o surgimento desta data comemorativa que celebra as mães e como ele se desenvolveu ao longo da história, continue sua leitura. Abaixo, você confere os dados e curiosidades sobre esse dia tão especial.

como surgiu o dia das mães

Dia das Mães: Você sabe como surgiu?

Historiadores apontam que desde a Antiguidade existiam festivais e celebrações que tinham como ponto central as mães. Contudo, o Dia das Mães moderno tem outra história.

O seu cerne remete ao século XIX. Em 1850 Ann Reeves Jarvis, uma norte-americana, passou a desenvolver e organizar clubes de mulheres que ocorriam no que ela chamada de “dia das mães”. O objetivo disso era melhorar as condições de trabalho, propondo discussões e a defesa de direitos essenciais.

Igualmente, esses grupos se organizavam para prestar auxílio de socorro e cuidados emergenciais para os feridos na Guerra Civil. Contudo, isso não ficou por aí. Jarvis também passou a compor piqueniques nos quais encorajava mulheres na participação política.

Para isso, propunha assuntos e discussões que visassem a melhoria das condições de todas, especialmente das trabalhadoras. Pois bem. Esse é o contexto ao redor do qual o Dia das Mães modernos se desenvolve.

Isso, pois, foi a filha de Jarvis, Anna, que se responsabilizou pelo desenvolvimento da data como ela ocorre hoje. Após a morte de Ann (1905), sua filha passou a organizar comemorações e homenagens às mães no segundo domingo do mês de maio.

Para ela, esse dia deveria se dedicar às visitas às mães, para passar o tempo com elas, bem como para agradecimentos e homenagens. Ou seja, para retribuir um pouco do carinho que as progenitoras nos dão e toda a sua doação enquanto mulheres.

como surgiu o dia das mães

Contudo, infelizmente a história não termina tão bem. Os eventos organizados por Anna passaram a ser vistos pelas lojas como uma oportunidade de lucrar. Nesse sentido, iniciaram campanhas para vendas de presentes e outras formas de capitalização.

Anna, então, sentiu que a data que criou com carinho estaria sendo violada. Por causa disso, começou a organizar boicotes e protestos. Eles ocorriam especialmente contra as fábricas e marcas que a capitalizavam.

Um dos eventos mais famosos ocorreu no ano de 1923. Nesta ocasião, Anna invadiu, junto com outras participantes do movimento, uma fábrica de confecções na Filadélfia, EUA. Após alguns anos, Anna Jarvis foi internada em um sanatório, onde faleceu em 1948.

Fato é que a data que comemora o Dia das Mães fez sucesso nos principais países do mundo. Com isso, não só se homenageiam as mães, como também movimentam-se milhões, uma vez que o comércio tem esse dia como um dos principais do calendário comercial.

Quer conhecer um pouco mais? Então leia, abaixo, sobre como a data surgiu no nosso país e, também, como ela tem comemoração nos principais países estrangeiros.

Dia das Mães no Brasil

No Brasil a instituição oficial da data ocorreu em 1932, durante o governo de Getúlio Vargas. A partir de então, tornou-se feriado nacional e tem comemoração em todo o território nacional.

Além disso, da mesma forma como ocorreu em outros países, a data se tornou comercial. Ou seja, todos os anos marcas investem milhões de reais em marketing e produtos que se voltam para presentear as mães de todo o Brasil.

Como surgiu o Dia das Mães?

Não à toa esta é a segunda data comemorativa mais importante do calendário comercial. No que diz respeito à captação de lucros, ela fica atrás apenas do Natal, em 25 de dezembro. Por isso, é uma ótima oportunidade para a venda de artigos diversos que podem agradar aos inúmeros tipos e personalidades maternais.

Dia das Mães no Mundo

Conforme dito anteriormente, a data que celebra as mães é mundial. Contudo, isso não significa que todos os países adotem o mesmo dia.

Assim como no Brasil, os Estados Unidos, bem como Alemanha, Canadá, Finlândia, Gana, Gabão, Islândia, Nova Zelândia e outros escolheram o segundo domingo do mês de maio para comemorá-la.

Como surgiu o Dia das Mães?

Por outro lado, em países como México, El Salvador e Guatemala a data é fixa, correspondendo a 10 de maio. Já na Argentina a comemoração é em outubro, enquanto na Rússia ela ocorre em novembro.

Curiosidades sobre o Dia das Mães

É claro que uma data tão importante como essa também não estaria livre de curiosidades diversas. Afinal, ela existe há mais de um século e durante esse período encontrou formas inúmeras de comemoração.

Por isso, selecionamos algumas das principais curiosidades que envolvem a data que se dedica a homenagear as mães.

Caráter religioso em Portugal

A primeira curiosidade que selecionamos é que diferentemente da maioria dos países do mundo, Portugal comemora o Dia das Mães em caráter religioso. Isso não é à toa, sendo este um dos países mais católicos do mundo.

Assim, em terras portuguesas a data comemorativa das mães ocorre no primeiro domingo de maio de cada ano. Coincide, portanto, com o dia de celebração de Nossa Senhora de Fátima, padroeira do país lusitano. Portanto, as datas se atrelam e uma diz respeito à outra.

A “maior” mãe da história do Brasil

Além disso, outro fator curioso não necessariamente sobre a data, mas sobre quem ela celebra, diz respeito à pessoa que resguarda o recorde de maior número de filhos biológicos.

E essa coroa pertence a uma brasileira. Estamos falando de Madalena Carnaúba, que viveu 90 anos e, durante eles, teve 32 filhos! Falecida em 2011, ficou famosa por sua ampla maternidade.

Por outro lado, quando a análise se dá em escala mundial, temos que o título de mãe com mais filhos biológicos no mundo cabe a Leontina Albino, uma chilena que entre 1943 e 1981 teve – pausa para tomar fôlego – 64 filhos!

Agora que você já sabe tudo sobre o dia das mães, não deixe de homenagear a quem se ama, independentemente da existência de laços consangüíneos ou não, mas baseado apenas no carinho e amor maternal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *